3 erros mais comuns ao projetar e desenvolver um mashup do Qlik Sense e como evitá-los

3 erros mais comuns ao projetar e desenvolver um mashup do Qlik Sense e como evitá-los

Mashups do Qlik Sense: Eles constituem uma ferramenta poderosa para combinar diferentes fontes de dados que capacitam usuários, analistas e cientistas de dados de uma organização a tomar decisões significativas e informadas baseadas em dados.
Mas como garantimos precisão e relevância quando se trata de fornecer Mashups que se concentram em um processo de tomada de decisão orientada por dados e, ao mesmo tempo, ajudam os usuários a otimizar tempo e recursos?
Esta publicação tem como objetivo apontar algumas das armadilhas mais comuns no desenvolvimento de um Qlik Sense Mashup e pensar em maneiras e técnicas que, o mais importante, ajudarão a evitá-las.

1. Não entendendo os requisitos do usuário

Em primeiro lugar: conheça seu público. Antes de qualquer outra coisa acontecer no seu pipeline de desenvolvimento, faça um esforço para restringir seus perfis de usuário. Eles são executivos-chefes com pouco tempo livre e que precisam de acesso instantâneo a grupos de dados ou são tipos de analistas que desejam brincar com diferentes cenários de projeção de dados?
Essa abordagem de design será vital quando você começar a tomar decisões sobre a criação de um Painel Analítico Tradicional (mais adequado ao nível de chefia, por exemplo) ou um Painel “Self-service” (sobre o qual seus analistas se interessam mais).
Portanto certifique-se de sentar-se com as partes interessadas que usarão seu mashup, conversar sobre suas necessidades e identificar problemas de acesso a dados que o mashup precisa resolver. Para eles. Não para você.

2. Não definir (ou entender) uma abordagem de “Data Storytelling”

Seus dados sem contexto não têm significado. Portanto, antes de mergulhar no código, você precisa entender e responder a algumas perguntas fundamentais para garantir que seus dados permaneçam relevantes tanto para o público-alvo.

– Quais dados eu preciso exibir?
– Por que estou escolhendo determinados dados e excluindo outros dados?
– Quando esses dados serão úteis e com que finalidade?
– Para quem esses dados são relevantes?

Ao responder a essas perguntas, ou pelo menos tê-las presentes em sua mente durante o processo de criação do Mashup, você obterá ferramentas que permitem a você (e a seus usuários) criar uma história com base nos dados que você exibirá no mashup.

3. Conhecimento pouco claro ou insuficiente da tecnologia a ser utilizada

Por último, mas não menos importante, existe a questão da tecnologia. Um Mashup só alcançará o objetivo pretendido quando conseguir fornecer conteúdo relevante para o público certo de maneira rápida, oportuna e relevante para o dispositivo.
Para chegar a esse ponto, agora você precisa entender como (por exemplo) um Qlik Hypercube o ajudará a fornecer conteúdo rico em informações com a ajuda de “strings” leves de dados que você pode chamar de forma livre e independente do Qlik Sense Server e ainda mais eficientemente do que com objetos nativos do Qlik Sense.

O Qlik Sense fornece aos desenvolvedores de front-end uma API robusta a partir da qual podemos integrar aplicativos Web totalmente personalizados que se conectam ao Qlik Engine e preenchem dados em tempo real do Qlik Sense.

Portanto, para cumprir essa poderosa promessa do Mashup de maneira eficaz, é crucial um conhecimento profundo das tecnologias de desenvolvimento da Web Front-End. Na Cluster (fundadores da Sense Templates), optamos por focar em HTML / CSS / JS apoiada em uma estrutura ReactJS, pois fornece três vantagens fundamentais ao desenvolver Mashups:

  1. Desempenho rápido e suporte técnico robusto (Framework de código aberto criado, usado e mantido pelos engenheiros do Facebook)
  2. Atualizações de dados em tempo real (podemos abrir e fechar conexões de API com o Qlik Engine com base na ‘necessidade de conexão’ para atualizações em tempo real com eficiência de recursos)
  3. Escalabilidade (programação orientada a objetos que nos permite reutilizar componentes em diferentes mashups e ambientes)

Existem inúmeras outras vantagens no desenvolvimento de Qlik Sense Mashups quando você começa a entender que diferentes grupos de usuários têm necessidades de dados diferentes. Estamos preparados para orientá-lo nesse processo, fornecendo mashups otimizados para desempenho, baseados nos mais recentes padrões da Web que ajudam a otimizar as decisões orientadas a dados em sua organização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.